Tweets de @padre_sandro

_ANO DA FÉ_

Algumas considerações sobre a Igreja

 

«Igreja (do grego “ekklesia” significa “os convocados”): Os convocados de todos os povos e pertencem, pelo Batismo, ao "corpo" de Cristo.»

 

«A Igreja é uma mulher de idade muito avançada, com muitas rugas. Mas é a minha mãe. E numa mãe não se bate.» [Karl Rahner, teólogo]

 

Igreja não é governo paralelo. Igreja não é democracia [cujo poder emana do povo]. Igreja não é a união da vontade dos homens de bem. Não somos anteriores à Igreja. Nela, todo o poder vem de Cristo, pelo que ela tem um perfil hierárquico.

 

Assim, eu não fui investido de autoridade (ordenado padre) para questionar «dogmas», pois eles são a verdade que eu creio e professo. Eu devo ensiná-los ao povo. As questões disciplinares e outras de cunho moral têm ambientes apropriados para serem tratadas.

 

Não acredito que as pessoas vão a Igreja por minha causa, mas pelo Senhor Jesus, pela fé que têm Nele. Ninguém é "fiel" do padre, mas fiel de Cristo. Da mesma forma não acredito que as pessoas queiram aumentar dúvidas e críticas quando vão à Santa Missa ou a outras celebrações sacramentais.

 

Não devemos pregar dúvidas, mas a certeza da fé. E todos quantos não conseguirem se configurar a fé cristã católica, está liberado para escolher o que considerar melhor. Mas não creio que a catequese bem feita, o conhecimento adequado façam com que se abandone a Igreja de Cristo.

 

A melhor contribuição para a «conversão da igreja» que podemos dar é a nossa conversão pessoal. É quando assimilamos a Palavra da Mãe Igreja que caminhamos por caminhos seguros, não pelos da especulação.

 

Quando (e se acontecer de) eu não conseguir comungar com a Igreja estarei, obviamente, «ex-comungado», isto é, fora da comunhão. E há tantos na Igreja nessa situação. Não afirmo que sejam melhores nem piores, mas não estão na comunhão.

 

Para frutificar é preciso permanecer unidos ao Senhor cujo corpo é a Igreja da qual Ele é a cabeça. «Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim.» [João 15,4]

 

«A Igreja não se pode comportar como uma empresa, que muda a oferta quando a procura diminui.» [Cardeal Karl Lehmann, bispo de Mainz]

 

Finalizando este comentário, me recordo da apresentação do catecismo YOUCAT, na qual o Santo Padre Emérito Bento XVI exortou: «ESTUDAI O CATECISMO! Este é o desejo do meu coração.»

 

É preciso estudar. A fé precisa de alimento e este não se encontra nas páginas dos jornalões nem nos jornais das TVs «laicos». É preciso ler, formar grupos, partilhar, confrontar... E sobretudo se colocar à escuta do que o Espírito diz à Igreja.

 

Um grande abraço.

Pax!!!

 

 

http://padresandro.blog.uol.com.br

.....................................................................
Curta minha fanpage no Facebook

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, PRESIDENTE PRUDENTE, Piquerobi, Homem, de 26 a 35 anose-mail - sandrogerio@bol.com.br

 
Visitante número:



  Free counter and web stats
UOL